Olho o pobre na rua como um pedaço de mim que sempre vi.

Olho o pobre na rua como um pedaço de mim que sempre vi.

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

A beleza do amor é
única.
faz-nos sentir quem somos,
faz-nos querer viver.

1 comentário:

Maura disse...

O amor... combustível para estarmos aqui !!!
Lindas palavras.... Doce magia... Amei o que lí !!! Beijos!!!